sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Tramandaí

A terceira semana de nossas férias passamos em Tramandaí, uma praia do Rio Grande do Sul, no litoral norte.
Já conhecíamos essa cidade, procurada por muitos turistas no verão. Ao marcar hotel, havia pouquíssimas vagas já em agosto. Conseguimos marcar dois dias num hotel e três dias num apartamento muito aconchegante.
Visitamos a praia, fizemos caminhadas, fomos ao centro da cidade.
Um ponto turístico que visitamos foi a plataforma marítima, utilizada para pesca. Ela avança para o mar e chegamos facilmente lá andando pela avenida Beira Mar.
Conhecíamos também a ponte sobre o rio Tramandaí que liga a cidade a Imbé. Fomos até lá e registramos fotografias. Descobrimos depois que, mais abaixo, o rio se encontra com o mar, formando a barra, lugar muito bonito que conhecemos agora. As famílias levam as crianças para tomar banho nas águas calmas do rio Tramandaí. Do outro lado se avista a cidade de Imbé. À direita há dunas de areia bem clara.



                                                                             Barra do Imbé

                                                       Plataforma marítima


                                         Ponte entre Tramandaí e Imbé e rio Tramandaí


Aproveitamos o passeio para encontrar familiares do ramo da família Pereira, fomos à casa de uma irmã do meu esposo em Costa do Sol, Cidreira, um pouco ao sul de Tramandaí. Lá a paisagem é muito verde, tem também dunas e muito vento, tanto que abriga um parque eólico com produção de energia proveniente do vento.



Essa foi nossa terceira semana de férias.

domingo, 14 de janeiro de 2018

Orla do gasômetro, aeromóvel e outras visitas

Quando cheguei em Porto Alegre, havia recebido uma resposta positiva à minha pergunta : as obras da orla do Gasômetro ficaram prontas?
No primeiro dia após minha chegada, resolvi fazer uma caminhada até o Gasômetro. A primeira realidade que vi foi a de que havia uma tela cercando as obras.
A segunda, mais agradável, foi que as obras estão realmente perto do fim. As calçadas já estão cimentadas. Os gramados estão plantados. Ao que tudo indica, falta só algum acabamento. Provavelmente na minha próxima vinda ao sul poderei passear naquele ponto da margem do lago Guaíba.
Mas andei de catamarã pelo lago e pude mais uma vez registrar algumas fotos de Porto Alegre vista do lago (inclusive do gasômetro).
Outro desejo meu era o de andar no aeromóvel, veículo movido a ar que atualmente se encontra no aeroporto Salgado Filho, ligando-o à estação do Trensurb (metrô de superfície). Consegui andar. Vi que  o aeromóvel funciona em linha reta nessa ligação sem operador dentro da cabine. Muito interessante. A ligação leva menos de 5 minutos.
Além dessas visitas, fui ao parque predileto (que consta estar prejudicado pela violência urbana) e consegui passear no lago de pedalinhos com os netinhos no domingo, dia em que o parque fica repleto de visitantes. Visitamos ainda o estádio do Internacional, que não havia ainda visto de perto após a reforma, o shopping Barra, onde há um local bem amplo de jogos eletrônicos para crianças e adultos.
Revi e fotografei Porto Alegre.

                                                                        Aeromóvel

                                                                      Parque Farroupilha

                                                                 Orla do gasômetro


quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Minimundo, Lago Negro e Le jardin

Revimos, como não poderia deixar de ser, algumas atrações tradicionais em Gramado como o Minimundo e o Lago Negro. (Claro que, para as crianças, foram novidades, pois não haviam visitado Gramado antes.) Além disso conhecemos uma atração nova.
O Minimundo é um parque temático com miniaturas de prédios do mundo todo, apresentando inclusive minúsculos habitantes que povoam essas construções, alguns com movimentos. Gosto de ver, bem no início do percurso pelo parque, a usina do Gasômetro e o cais do porto, que são locais turísticos de Porto Alegre, capital do estado.
O Lago Negro é um lindo local com pedalinhos em forma de cisnes ou de barcos piratas, rodeado de flores características da cidade, as hortênsias azuis entre as árvores e a grama verde. 
Já o parque Le Jardin é uma atração nova.
Os proprietários de uma área de terra junto à RS 115, na entrada de Gramado, resolveram transformar sua plantação de lavanda num belo jardim. Ali, gratuitamente, muitos turistas param diariamente para apreciarem a lavanda ou simplesmente a beleza do lugar e registrarem fotografias. Lavanda é uma planta aromática da qual são confeccionados sabonetes e outros produtos, também vendidos no Le Jardin.

                                                                       Minimundo

                                                  Lago Negro


                                                                      Le jardin





domingo, 7 de janeiro de 2018

Parque Florybal, Gramado



Durante três horas, estivemos na terra Florybal em Gramado, um território amado por crianças e adultos. Na realidade, os pais, tios e avós - como eu -  levam sempre as crianças, mas também aproveitam as atrações.
Na frente, a escultura de um gigante parece convidar e desafiar a uma visita.
Através de uma gruta, temos acesso ao parque. Lá dentro há muito para visitar. Os pais e filhos se posicionam em fila para esperarem a vez.
Sucedem-se parquinhos com brinquedos incluindo mini tirolesa, cine 3 D, reino animal com muitas esculturas de animais selvagens, dinossauros, alguns com movimento, gigantes monstruosos, trenzinho da idade da pedra para uma voltinha. No final do passeio, uma taba indígena também com esculturas.
Um recanto interessante é o religioso, onde podemos tirar fotos ao lado dos doze apóstolos, na reprodução da cena da Santa Ceia.
Na saída encontramos uma floresta com a árvore do cacau, do qual se produz chocolate, e uma pequena fábrica de chocolate. Cada visitante recebe uma amostra para degustação. 

 








sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Gramado

Nesta cidade o Natal não é só em dezembro. Ele se estende de outubro a janeiro.
Cheguei em janeiro   e ainda os turistas, às centenas, assistem aos concertos da árvore cantante, às 7h30 da noite e ao acendimento das luzes às 8h15. 
Em seguida a cidade se enche de luz. O que era bonito de dia fica mágico, encantador.
Os shows se sucedem. Este é o Natal Luz.
Os gnomos que aparecem no espetáculo do acendimento das luzes dão a receita: as boas emoções - o amor, a esperança e a fé - precisam juntar-se para que nasça a magia do Natal. 
As pessoas se abraçam, as crianças batem palmas, os sinos tocam. As luzes da igreja se acendem, depois se acendem as luzes de toda a cidade.
Os concertos diários na árvore falam do nascimento de Jesus, falam também da alegria do Natal, dos votos para um lindo ano novo.
O espírito de Natal começa e continua antes e depois de 25 de dezembro.




Acendimento das luzes





                                                         Rua coberta

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Caldas Novas e Rio Quente



Recesso de inverno em Brasília. Fomos visitar Caldas Novas e Rio Quente. Hospedamo-nos num apart hotel, utilizamos o parque aquático do clube ao lado, da mesma empresa que disponibiliza o serviço do apart e fizemos vários passeios.


Visitamos o Jardim Japonês, local onde os turistas costumam registrar fotos num cenário oriental.
Alguns guias turísticos registram fotografias e as entregam depois nos hotéis. No mesmo local está uma antiga casa colonial, sede de uma fazenda, com utensílios utilizados à época. Há também viveiros com aves - avestruzes e pavões. Os pavões são lindos, mas, durante nossa visita, foram os avestruzes que abriram suas penas como em leque.





Visitamos ainda o Parque Estadual Serra de Caldas, parque ecológico ao lado da cidade, que apresenta trilhas para caminhadas e observação de pássaros. Percorremos a Trilha do Paredão, entre as plantas do cerrado. Do alto, é possível observar uma vista da cidade de Caldas.
 Fomos ainda à cidade de Rio Quente, a 30 km de Caldas Novas. Ali se localiza o Hot Park, parque aquático que tem agora como principal atração a Praia do Cerrado, praia artificial com piscina de ondas. No dia em que lá estivemos, comemorava-se o 20º aniversário do parque e os turistas tiveram uma recepção especial, com personagens de desenhos animados tirando fotos com eles logo na entrada.






 Mais tarde, houve festa junto às antigas piscinas, no centro do parque. Meu neto aproveitou ainda os brinquedos radicais.
Gostamos bastante dessa visita, que marcou, a propósito, a semana de meu aniversário.